Ouça agora na Rádio

N Notícia

Sob chuva, professores de Ibiaçá fazem caminhada de protesto

FOTO: Rádio Tapejara

Sob chuva, professores de Ibiaçá fazem caminhada de protesto

Ato ocorreu nesta quarta, entre a Praça Central e a Escola

Mesmo com chuva, a Escola Estadual Professora Adelaide Picolotto de Ibiaçá realizou, nesta quarta-feira (04), uma caminhada luminosa por ruas da cidade. O ato reuniu professores em atividade e aposentados, servidores da escola, alunos e familiares para um gesto de protesto contra o pacote de medidas do Governo do Estado, que inclui alterações no Plano de Carreira do Magistério.

O grupo partiu da Praça Central Pe Narciso Zanatta e caminhou em direção ao portão de acesso da Escola. No local, houve falas de representantes do CPERS/Sindicato e da diretora da instituição, professora Ana Lúcia Suzin. “Nossa caminhada luminosa é uma forma de protesto, para mostrar para toda a comunidade que estamos na luta para que nossos direitos não sejam retirados. Direitos que foram conquistados após muitos anos e agora, de uma hora para outra, podemos perder tudo”, afirmou a professora.

O ato durou cerca de 40 minutos e o trânsito não chegou a ser interrompido no local. Para a diretora, a presença da comunidade fortalece a causa dos professores. “A comunidade também esteve presente e fortalece tudo isso. Precisamos do apoio da comunidade para que essas ações cheguem até o Governo do Estado e para mostrar a força que nós temos”.

A Escola Adelaide Picolotto está em greve desde o dia 18 de novembro em oposição ao pacote do governo do estado que prevê uma reforma estrutural no Rio Grande do Sul. No entanto, a instituição mantém atendimento pela manhã e à tarde para prestar esclarecimentos e tirar dúvidas dos alunos.

FONTE: Rádio Tapejara
Link Notícia